Sem palavras:Meu querido ex-amigo

Imagem

 

Você tinha um amigo que era divertido. Ele começa a namorar e age como um idiota. Eles terminam o relacionamento. Amigo volta a ser divertido e retoma contato. Eles reatam o namoro. O idiota é você.

Não saber conciliar namoro e amizades deve ser uma deficiência genética. A seleção natural deveria adotar estabilidade emocional como critério para evolução da espécie. Instituições de ensino estão perdendo dinheiro em não oferecer cursos rápidos de administração de tempo para pessoas envolvidas em relacionamentos.

Não é uma tarefa fácil. Há trabalho, faculdade, responsabilidades, poucas horas de sono, pouco dinheiro disponível. Quem namora, tem que se dividir em vários. Mesmo assim, não custa nada manter por perto alguém que você considera importante. Apenas seu travesseiro te conhece melhor que os seus amigos.

Para cultivar uma amizade não é preciso muito. Você não precisa sair com o amigo sempre, saber diariamente como ele está ou manter a fofoca atualizada. É uma prestação pontual de serviço personalizado, uma forma espontânea, em duas vias, de manter alguém como parte integrante da sua vida.

É uma bobagem considerar que um namoro seja auto-suficiente. Quem se distancia dos amigos quando entra em um relacionamento acaba transformando o namorado em amigo. Isso, além de baixar o tesão, cria uma dependência desnecessária. Quando o namoro acabar – e ele vai acabar – você vai estar sem namorado e sem amigos.

É por isso que dá pra dizer que orkutizaram a amizade. Banalizaram essa relação. Você pode ter contato com alguém todos os dias, mas isso não os torna amigos. Você pode não ver alguém há um bom tempo, mas saber que uma ligação telefônica acompanhada de um pedido de socorro vai fazer com que ele corra para te ver.

O que fazer com alguém que só é teu amigo enquanto está solteiro? Eu só aceito declaração de amizade se me derem o número de protocolo para poder reclamar depois. E é assim que funciona: a pessoa declara, você anota e, se preciso, presta queixa na Associação de Proteção ao Patrimônio Afetivo. Amizade também é afeto.

Selecione bem os seus amigos e prometa que a saudade de quem se distancia não será maior do que seu amor próprio. Uma pessoa antes próxima, quando se afasta, torna-se mais estranha que qualquer outra.

-Felipe Luno (http://dramaking.org)

*Na tag “Sem palavras” eu pego textos de outros autores.

Anúncios